FRENTES Arquitetura
logo FRENTES
 
   
       
 

Airpot Town
AIRPORTTOWN Plug-in Strip, Guarulhos, São Paulo, abril de 2012

O Airport Town Plug- in Strip não é apenas arquitetura mas, sobretudo, uma infraestrutura. Foi projetado para ser um equipamento condensador de diversidades, capaz de gerar muitas possibilidades de usos e funções.

Estendendo-se por uma faixa de 200 metros de extensão por 20 metros de largura, esta infraestrutura vai funcionar como uma retícula inteligente (smart grid) para usos diversos. Esta faixa possui dois setores paralelos: o primeiro, voltado para dentro, consiste em uma estrutura de 200m de comprimento por 8m de largura por 20m de altura, onde teremos programas diversos dispostos sobre uma pilha de lajes equipadas dispostas das mais diversas maneiras de acordo com a necessidade de usos. Voltada para Rodovia Presidente Dutra, temos o segundo setor, formado por uma cobertura de 200 m de comprimento por 12,5 m de largura por 2m de altura e que abrigará um salão de eventos multifunções.

Funcionando como uma placa mãe (motherboard), esta infraestrutura constitui-se de um chassi de aço tridimensional contínuo, expandindo-se através dos dois setores e proporcionando um plug-In de sistemas genéricos para os diversos usos e programas.

Os outdoors situados na borda do terreno serão oportunamente modernizados e incorporados (plug-in) ao Airport Town Plug- in Strip, consolidando-o como um sistema de caráter simbiótico e híbrido.

Cobertura

Elemento de maior impacto visual do projeto, ela foi projetada como uma infraestrutura que abriga recursos que atendam as necessidades técnicas, termoacústicas, cenográficas, audiovisuais e de iluminação em eventos diversos, noturnos ou diurnos. Para tanto, assume a função de uma caixa de ferramentas (toolbox), com o acoplamento (plug-in) de pontes rolantes que penduram e movimentam os elementos necessários à configuração dos espaços. Assim, tanto o chão quanto o espaço aéreo serão transformados em plataformas multifuncionais de configurações diversas e portanto, flexíveis. Quando recolhidos todos os aparatos, o grande vão volta ao seu caráter original de ser um grande espaço vazio e repleto de possibilidades.

Conforto Ambiental e desempenho termoacústico

O fechamento da cobertura será constituído de caixilhos de vidro refletivos incolores. Sobre eles será inserido (plug-in) um sistema de brises metálicos que deslizam sobre trilhos a fim de sombrear os espaços conforme a posição do sol.

Para garantir o conforto ambiental e minimizar o impacto térmico e acústico sobre a população que irá utilizar esses espaços, acoplamos (plug-in) sob as coberturas elementos acústicos constituídos de painéis móveis para que possa haver ajustes nas inclinações das placas para uma absorção sonora eficaz em cada situação específica.

Estes painéis acústicos são constituídos de lã mineral revestida por chapa metálica microperfurada transparente aos sons.

Sustentabilidade

Para garantir um ciclo de vida sustentável ao projeto, optamos pela utilização da estrutura metálica e elementos industrializados para vedação, fechamentos e pisos, racionalizando a construção e dando-lhe robustez , grande durabilidade e facilidade de execução. Além disso, propusemos uma intervenção que interfira o mínimo possível no conjunto edificado adjacente.

O objetivo desta intervenção no âmbito da ecoeficiência, é fomentar a reciclabilidade dos materiais, maximizar a utilização sustentável de recursos renováveis, estender a durabilidade dos produtos, promover a educação dos consumidores para um uso mais racional dos recursos naturais e energéticos, optar por formas alternativas de geração de energia, implantar sistema de iluminação automático, reduzindo gastos supérfluos de luz, adotar o uso de lâmpadas de baixo consumo e reciclagem dos resíduos sólidos.

Contemporaneidade, ineditismo e relevância serão traços marcantes desta intervenção.

Conclusão

Originado para ser Infraestrutura antes de Arquitetura e configurado para ser manipulado e recriado continuamente através do acoplamento (plug-in) de programas diversos, equipamentos e mobiliários móveis, instituindo uma espontaneidade de usos dos espaços e um desenho “aberto” a ser permanentemente “completado”, O Airport Town Plug- in Strip, monumental em seus objetivos, grandioso em sua escala horizontal e sutil em seu impacto global, será um marco para a cidade de Guarulhos e para São Paulo, além de um exemplo notável de como fazer da infraestrutura um todo que integra, além da Tecnologia, Arte.

Ficha técnica

Ficha técnica
Arquitetura: José Alves + Juliana Corradini

Colaborador:
Ivan Souto